Histórico

Livro Branco da Juventude

Histórico

O Livro Branco da Juventude resultou de um diálogo e de intercâmbios entre diversos intervenientes no setor da juventude, tais como representantes das organizações de juventude e investigadores com trabalho científico na área juvenil.

Eis o histórico do trabalho efetuado  para a elaboração do Livro Branco da Juventude.

- Outubro 2011 - Identificação de intervenientes das políticas de Juventude

- Outubro 2011 - Comissão com elementos representativos dos atores identificados, que estabelecerá operacionalização prática – Coordenação:

  • Secretaria de Estado do Desporto e Juventude - Instituto Português da Juventude, I.P. 
  • 1 Representante do CNJ – Conselho Nacional da Juventude; 
  • 1 Representante da FNAJ – Federação nacional de Associações Juvenis; 
  • 1 Representante das Associações de Estudantes do Superior;  
  • 1 Representante das Associações de Estudantes do Secundário.

- Novembro 2011 a março  2012 - Recolha de Contributos através de plataforma online  

- Março e abril 2012 - Organização de 5 Seminários/workshops em cada uma das 5 regiões-plano (Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve)  

- Maio 2012 - Evento Nacional de Apresentação das Conclusões dos Seminários Regionais  

- Junho 2012 – Entrega de Relatório Final à Assembleia da República e ao Senhor Presidente da República, contendo as principais propostas, aberto a um processo de consulta sobretudo aos Jovens, motivando o debate e obtendo o maior número possível de informação, a apresentar

- Resolução do Conselho de Ministros (n.º 11/2013. D.R. n.º 45, de 2013-03-05)

Foi publicada a 05 de março de 2013 a Resolução do Conselho de Ministros n.º 11/2013. D.R. n.º 45, Série I de 2013-03-05
Link: https://dre.pt/application/dir/pdf1sdip/2013/03/04500/0123501250.pdf

- Envio para todos os Ministérios para desencadeamento dos mecanismos que levaram à resolução dos problemas sinalizados pelos jovens.

- Até ao presente foram materializadas as diferentes ações e propostas pelas diferentes áreas da governação.

LIGAÇÕES