Vantagens de um orçamento

Orçamentos

Objectivos e as vantagens de um Orçamento

Vantagens de um orçamento

Um orçamento é a melhor ferramenta para detectar gastos e poder assim garantir uma poupança adicional.

Abrir todo conteúdo

Objectivos  de um orçamento

Um orçamento permite analisar os nossos rendimentos e podemos definir como objectivos:

  • Gerar uma poupança adicional, de forma a servir de fundo no caso de necessidade futura; 
  • Criar uma poupança para um determinado fim - uma viagem, um carro, formação, etc;
  • Gerar uma poupança para investimento de forma a acautelar o longo prazo;
  • Amortizar uma dívida; 
  • Gerar um excedente que permita suportar a variação de encargos com um crédito.

 

Vantagens de um orçamento

Um orçamento, quer pessoal quer familiar, apresenta vantagens como:

  • Controlo: com um orçamento podes controlar os teus gastos, ajuda-te a decidir com alguma exactidão a forma como aplicar os teu dinheiro;
  • Organização: mesmo o orçamento mais simples permite sistematizar ou dividir os recursos por categorias de despesas e poupanças
  • Comunicação: quando um orçamento é familiar permite que toda a família participe na sua elaboração, podendo então discutir as prioridades;
  • Conhecimento: podes saber sempre com algum rigor o estado das tuas finanças, funcionando como instrumento de auto-educação que mostra como gastas os teus recursos;
  • Aproveitar as oportunidades: sabendo quanto tens de forma exacta podes aproveitar uma oportunidade que surja de forma inesperada;
  • Ganhos de tempo: a maior organização das despesas resultante da elaboração do orçamento permite, a prazo, poupar tempo;
  • Ganhos monetários: uma maior racionalização das despesas resultante da elaboração de um orçamento vai permitir poupanças adicionais que poderão se aplicadas por forma a gerar um rendimento extra.
Regras fundamentais para a elaboração de um orçamento

Para que o orçamento por ti criado tenha efeito prático, é necessário que tenhas presente as seguintes regras:

  • Definir claramente as necessidades;
  • Saber o que se compra, para que fim e onde comprar;
  • Planear as despesas;
  • Controlar os extractos de conta;
  • Organizar os documentos de despesa de forma funcional;
  • Evitar desperdícios.

Estas regras, apesar de simples, são fundamentais para facilitar a gestão das tuas finanças e poderão conduzir a uma boa poupança


LIGAÇÕES